Av. Júlio Buono, 1633 - Vila Gustavo - São Paulo - SP

               Home        Atendimento        Contato        Dicas        Localização  
 
 

 

 

 

 

 

COCEIRAS QUE INCOMODAM OS CÃES


É normal o cão ter coceiras esporádicas.
Contudo, se elas se tornarem freqüentes, com queda de pêlos e feridas pelo corpo, podem causar grandes inquietude, falta de apetite, perda de peso e infecção crônica de pele.

CAUSA MAIS FREQÜENTES
 

Dermatites alérgicas
> Por picada de pulgas
:
Causa coceira intermitente com queda de pêlos. Ocorre mais na base da cauda, nas pernas e na barriga, mas em casos crônicos pode atingir outras partes do corpo, como o dorso.É tratada com anti-pulgas e,se a alergia for forte, com anti-alérgicos corticóides ou não esteróides.

> Por inalantes:
Conhecida como atopia, origina-se de poeira, ácaros, pólen, desinfetantes e outros produtos químicos aspirados pelo cão.A coceira aparece primeiro no abdômen e depois se espalha pelo corpo. Há também queda de pêlo, feridas na pele com infecções, pêlo seco ou engordurado e escurecimento da pele.Evite o contato do cão com a substância que lhe causa alergia. Os sintomas são combatidos com anti-alérgico corticóides ou não esteróides, xampus medicamentosos e, havendo feridas infectadas, anti-bióticos.

> Medicamentosa:
Aparece primeiro na barriga e se alastra por outras áreas, causando coceira, queda de pêlo, feridas na pele com infecções, pêlo seco ou engordurado e escurecimento da pele. Evite o uso de medicamentos que já causaram alergias no cão. O tratamento consiste no uso de anti-alérgicos corticóides ou não esteróides, xampus medicamentosos e anti-bióticos, no caso de haver feridas infectadas.

> Alimentar:
Conhecida como dermatite genérico-alimentar, é causada pelo excesso ou falta de algum nutriente na alimentação, ou pela sensibilidade do cão a um de seus componentes. No primeiro caso, há coceira, perda de peso, queda acentuada dos pêlos, vômito e diarréia. Os tipos mais comuns dessa dermatite são causadas pela deficiência de zinco e pela falta de vitamina A. No outro caso, há coceiras intensa pelo corpo todo, queda generalizada dos pêlos e feridas por toda a pele. No tratamento combatem-se os sintomas através de anti-alérgicos corticóides ou não esteróides, xampus medicamentosos e anti-bióticos, se houver feridas infectadas.

Sarnas
>Sarcóptica:

Conhecida como escabiose canina, é causada pelo ácaro Sarcoptes Canis.O contágio acontece por contato com animal afetado ou com objeto utilizado por este.No início, há uma coceira muito intensa na cabeça, no abdômen e nas patas, que,de tão intensa, é capaz de levar à perda de peso. Pode evoluir para queda progressiva de pêlos por todo o corpo, vermelhidão na pele, com aparecimento de crostas e infecções, e posterior enegrecimento da pele. Deve-se tosar o cão para retirar uma das fontes de alimento do ácaro e inibir a proliferação de bactérias anaeróbicas.Utiliza-se também soluções parasiticidas à base de amitraz ou lindane e, nos casos mais graves, anti-bióticos e anti-alérgicos.O uso da ivermectina também é indicado, mas só deve ser feito por um veterinário, pois algumas raças, como Collies, Old English Sheepdogs e Pastores de Shetland, são muito sensíveis a esse medicamento, podendo até morrer se houver uma reação alérgica.

> Demodécica:
Conhecida como sarna negra ou demodicose, é causada pelo ácaro Demodex canis. Os primeiros sintomas são queda de pêlos na cabeça e nas extremidades do corpo. Quando está associada a uma infecção bacteriana, há uma coceira intensa.Acredita-se que o contágio acontece por contato direto durante os primeiros dias de vida. Os sintomas só costumam aparecer quando há baixa resistência ( no primeiro ano de vida ou em cães idosos). Se não for tratada, a queda de pêlos se generaliza e a pele fica enegrecida e com elevações. Aparecem crostas, úlceras, pus e há sangramento. É tratada com acaricidas à base de amitraz. Deve-se também usar anti-bióticos, por causa da infecção bacteriana secundária.

>Otodécica:
Chamada de otoacaríase, é causada pelo ácaro Octodectes cynos.Ela causa intensa coceira nas orelhas, podendo se estender para a cabeça e o pescoço.Há ainda o aparecimento de cerume enegrecido nas orelhas.Se não tratada surgem lesões próximo à região.O contágio se dá por contato direto. No tratamento, aplicam-se gotas otológicas de acaricidas à base de amitraz diluídas em óleo mineral. A ivermectina também é indicada, o que só deve ser feito por um veterinário. Dermatite seborréica secundária Normalmente acompanha dermatites que causam feridas infeccionadas. Provoca caspa, coceira e muita queda de pêlos. Raças como Beagle, Cocker Spaniel Inglês e Pastor Alemão têm tendências hereditária a desenvolver o problema. Deve-se descobrir a causa da dermatite e tratá-la, além de usar xampus medicamentos para pêlos secos ou oleosos. Existe um tipo de seborréia, chamada de idiopática, que apresenta os mesmos sintomas, mas cuja causa ainda é desconhecida. Causas menos freqüentes:

> Acme
Espécie de espinha que causa coceira e queda de pêlo. em geral, aparece sob o queixo. É tratada com cremes anti-alérgicos, anti-inflamatórios e anit-fúngicos.

> Piododermatite dos cães pastores:
É causada por vários tipos de bactérias e o Pastor Alemão é a raça mais atingida. Há coceira e queda de pêlo, além de lesões com pus e sangramentos. Trata-se com anti-alérgicos e anti-bióticos.

>Dermatite pelo uso de coleira anti-pulgas:
Surge quando o cão é alérgico à coleira anti-pulgas. Provoca coceira e vermelhidão ao redor do pescoço. Deve-se retirar a coleira e usar anti-alérgicos.

>Queiletielose:
Provocada pelo ácaro Cheyletiella blakei, causa coceira intensa no dorso e abdômen. Trata-se com acaricidas à base de amitraz e carbamatos.

> Rabujo:
O excesso de secreção das glândulas lubrificadoras do ânus faz o animal coçar-se, causando infecção local e até auto-mutilação. O tratamento é feito com anti-bióticos e, nos casos mais graves, com a retirada cirúrgica da glândula.

Matéria publicada na Revista Cães & Cia, nr: 272


Navegue pelo site:

home - atendimento - contato - localização
campanha de castração - atendimento em domicílio - limpeza de tártaro
dicas - sarnas - coceiras - dicas de higiene
primeiros socorros aos filhotes - displasia coxofemural canina
vacinação - cuidado com os olhos - homeopatia
benefícios da castração - tumor de mama  - higiene bucal

 

 
visitas

desenvolvido por
 
www.graficamix.com.br

DICAS SOBRE:
Dicas de Castração

Benefícios da Castração

Dicas Higiene Bucal

Tumor de mama em fêmea

Atendimento em domicílio

Links interessantes:

    Projeto Esperança Animal    
     Instituto Nina Rosa
     Rancho dos Gnomos
     Sítio Veg
     Seja Vegetariano
     Gato Verde

"Matar animais por esporte, prazer, aventura e por suas peles, é um fenômeno que é ao mesmo tempo cruel e repugnante . Não há justificativa na satisfação de uma brutalidade dessas." - Sua Santidade Dalai Lama